samedi 3 octobre 2009

Tournesols


Me sinto quase desfeito
de te ter tão grudada no peito
com seus sonhos aos pedaços
e suas aflições em estilhaços
E eu tento não esquecer
de pensar duas vezes, só em você
e não me importo com lágrimas
contanto que não sejam lembradas
E talvez eu até me lembre
que sou um tanto dependente
dos seus sorrisos, abraços
e no mundo não há espaço
Pros seus sonhos só de ida
seu peito cheio de vida
seu desespero não entendido
seu coração, quase despido
Não que você seja diferente,
só chacoalha a sua mente
quando amor exalar de seus poros
e disilusão dos seus olhos
Mas você vai estar,
por mais que não queira acreditar,
grudada no meu peito
bem longe do seu leito.