samedi 25 octobre 2008

Aime-moi moins, mais aime-moi longtemps.



Louis já fala por mim.

vendredi 10 octobre 2008

La Distance

Você me faz.
Refaz.
Me caça, me traça, me mata.
Refaz-me, do jeito que achar melhor.
E odeio, e amo.
E controlo
Descontrolo.

Me mato, arranco-me de você
até cicatrizar, então volto.
Volto, te faço, te caço, te traço
vivo.
Cada suspiro que você dá
Me dá.
Escreve, aos poucos
com sua letra torta
seu sonhos e
Consola-me.
Egoísta demais pra pensar
em mim,
não,
sou egoísta demais por fazer
você pensar em mim.
E me caço, me traço, me mato.
Desconcerto, refaço, indago.
Me faço pra você
do jeito que quiser.

Só não diga
mentira,
pois eu me fiz
e refiz
por você.

lundi 6 octobre 2008

Fundo do baú

"Nesses dias, em que eu me encontro sem escapatória entre mim e mim mesma às 5:40 da madrugada de um domingo, que me pergunto porque raios continuo nisso. Afinal, o que mais tem pra ser vivido? Evolução, amor, paz, bondade: Palavras bonitas no papel. [...]

Me sinto vazia, que nem aquela música do Chico Buarque que diz: “A metade de mim, a metade arrancada de mim (...) A metade amputada de mim”. Me sinto partida ao meio, esperando que algo caia em minhas mãos do tipo: “Oh, agora tô bem.”."

Sem Título

" - Opa! Não podemos ir agora – disse dando mais um gole na cerveja de segunda – Vamos nos divertir.
- Como você pretende fazer alguma coisa nesse estado?
- Eu sempre faço, idiota.
- Ninguém vai te querer assim.
- Hoje eu só quero me divertir com você – sorriu safadamente.
- Acha que estou à sua disposição, é?
- É claro."

G.A.N's


Julho de '08 e Outubro de '07, respectivamente.